Lina Medina, a garota que foi mãe aos 5 anos

A notícia não é nova e circula por aí há anos: Uma garota chamada Lina Medina teria dado à luz um bebê aos 5 anos de idade! Será que a história da menina que teve um filho aos 5 anos de idade é verdadeira ou farsa? Descubra aqui:



Verdadeiro ou falso?
É verdadeiro! Por mais estranho que possa parecer, a história é real.
A peruana Lina Medina nasceu em 1933 e com apenas cinco anos deu essa estranha surpresa a seus pais!
A família, notando um crescimento abdominal intenso e achando que poderia se tratar de um tumor, levou a menina às pressas para o hospital e lá descobriu que a barriguinha era, na verdade, uma gravidez – que já estava em seu 7° mês!
Em maio de 1939, a pequena Lina deu à luz um menino (o nascimento se deu por cesariana). Geraldo, o filho de pequena Medina, nasceu saudável com 2,7 kg e Lina se tornou a mamãe mais jovem que se tem registro na história da medicina. Todo o caso foi documentado.
Como a mocinha nunca revelou quem é o verdadeiro pai de seu filho, a policia passou a suspeitar do pai da Lina Medina, que acabou indo para a cadeia por suspeita de incesto e estupro, mas foi solto pouco tempo depois por falta de provas.
Apesar desse fato, Lina Medina teve uma infância “normal” e, de acordo com várias publicações, aos 33 anos ela se casou com Raúl Jurado, e em 1972 (aos 39 anos) teve outro filho. Hoje ela vive de forma bem humilde (bem pobre) em Lima, no seu país natal e com seus quase 80 anos, se recusa a dar entrevistas.
Lina Medina, aos 32 anos
Lina Medina, aos 32 anos (foto: Reprodução)

O filho da mãe

Gerardo Medina foi criado como se Lina fosse sua irmã e só foi descobrir a verdade aos 10 anos de idade. Aos 40 anos, em 1979, Gerardo faleceu vítima de uma doença em sua medula.
Mais algumas fotos de Lina Medina:

Conclusão

História real! Lina Medina, ao que tudo indica, teve mesmo um filho aos 5 anos de idade!

Fonte: http://www.e-farsas.com/lina-medina-a-garota-que-foi-mae-aos-5-anos.html#ixzz2C2NYOoK8

Nenhum comentário:

Postar um comentário